Antônio

Antônio

domingo, 30 de dezembro de 2012

Meu filho não vai andar

Ontem fui a um aniversário de um dos primos de meus filhos, festinha linda, o aniversariante delicioso.

Na roda dos parentes, sempre surge algumas perguntas sobre a condição de Antônio, e, como não podia faltar, sempre perguntam quando ele vai começar a andar. Fui muito sincera na minha resposta e disse: Nunca.

Forte né? Mas, essa é uma realidade que venho fugido desde que Antônio nasceu. Gente, meu filho não vai andar nunca. Mesmo com toda a fé que tenho de que tudo vai dar certo, talvez o certo não seja ele andar. Eu costumo superproteger meus filhos, o que me deixa numa situação vulnerável, não que me importe de sentir o peso do preconceito, nem do pesar e algumas vezes do nojo de algumas pessoas, mas, por não deixar que isso nunca chegue a Antônio.

Já é chegada a hora de pensar na cadeira de rodas, eu simplesmente fujo disso, sempre acho que o carrinho basta, mas, não basta. Antônio demonstra a necessidade de ir onde ele quiser, já chora quando o colocamos no carrinho, pois, o mesmo o priva de explorar o ambiente. Meus amigos, não é fácil, não mesmo.

Mesmo depois de tanto tempo convivendo com a mielo, me pego chorando ao escrever isso, pois, me sinto completamente impotente frente aos meus medos, minhas inseguranças, meu temperamento explosivo diante do preconceito.

Pode parecer bobagem, mas, não gosto de mostrar a cicatriz dele a ninguém. Mesmo quando o pediatra vai avaliar, me incomoda quando ele vira pra olhar a cicatriz.

Fiz a promessa de não cortar o cabelo e não sei o que fazer para quebrar a mesma. Não tem mais finalidade deixar o cabelo crescer, mas, por minha criação católica, tenho medo de cometer um pecado horrível. Mas, ver meu cabelo crescer está me matando.

É a vida que segue.

15 comentários:

  1. Lindona eu admiro muito sua força e garra e tb a forma como vc se abre em demonstrar sua fraqueza! A vida eh isso, cheia de lutas e vitorias e acredite, nunca deixe de acreditar na vitória, mas nunca esqueça que a Vitória dele pode n ser a mrsma que vc espera! Entao se apegue mesmo a Deus! Quanto asua promessa, vá conversando com ele e ptocura um padre para confesar, pois eu tb n sei o que faria

    Torço muito por vcs e sei que o amor superar TudoooobjosIris Mussi

    ResponderExcluir
  2. Oi, sempre entro aqui e acompanho a jornada do Antonio, mas acho que nunca comentei. Posso imaginar o quanto doi viver certos momentos, ainda que se saiba que eles irão chegar. Sei que não é fácil, mas imagine a cadeira de rodas como as asas do seu filhote...que irão possibilitar mil descobertas, aventuras e autonomia. Claro que não deixa de doer, mas tente olhar por esse lado. Até pq se ele percebe (e crianças percebem muuuito mais que adultos) a sua dor em relaçao a isso, pode ser mais difícil para ele também. Quem sabe um atendimento psicológico te ajude a assimilar melhor?

    Em relação à sua promessa, te digo que não se martirize. Deus não quer isso de nós, para Ele é muito mais difícil ver você sofrendo do que perdoar a sua promessa. Deus te ama demais para perdoar suas "falhas".

    Imagine como nós, tão falhos, reagiríamos diante do sofrimento de um filho por não estar conseguindo cumprir o que prometeu? Claro que diríamos a ele que não tem problema não cumprir o que prometeu, não é? Até nos sentiríamos aliviados com o alívio do nosso filho! E o nosso Pai que é perfeito, não saberia nos entender? Converse com Ele, querida. Para Deus você não cortar o cabelo não é algo relevante. Até posso imaginá-lo sorrindo para você com amor e compreensão, consolando o seu coração e te amando mais ainda. Transforme essa sua angústia em um ato de amor, visite um orfanato, um abrigo de idosos, fale do amor Dele...isso sim faz o coração de Deus transbordar de alegria.

    Enfim, desculpe a "carta", mas senti a sua angústia em cada letrinha e senti vontade de te dizer essas palavras. Seu filhiho é muito lindo, parece ser muito esperto e carismático. Ele vai superar seus obstáculos e ser feliz muito além da sua limitação. Um novo ano de muita paz e realizações para você e sua família.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Roberta, obrigada por cada palavra, foram importantes nesse momento que vivo. Adorei mesmo e me fez chorar um pouquinho mais, mas, dessa vez foi de emoção e alegria.

      Obriga mesmo.

      Excluir
  3. Yanna venho acompanhando Antonio desde que nasceu,meeessmo, e eu tenho visto nele grandes vitórias, penso que sua angustia é aceitável, mas não fique se martirizando peça perdão a Deus pela promessa barganhe se for o caso Deus entenderá, pois nem sempre as nossas vitorias são as vitórias dos nossos filhos.De uma coisa vc pode ter certeza Deus tem um propósito muito forte para Antonio pois pra mim ele ´já é o vencedor, obstáculos irão surgir sim, e estaremos prontos pra transpor.Fica minha torcida de irmã, madrinha desse ser que mao deamis, e olha vc pode contar comigo pro que der e vier...bjos amos vcs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valu Manu, nem sei o que seria de mim sem minha família que tanto me ajuda e me dá forças pra seguir lutando.

      bjos

      Excluir
  4. Oi Yanna...pensa comigo...num momento de coração apertado de mãe...num intuito de querer o melhor para o filho....vç abriu mão de poder cortar o seu cabelo...uma atitude de amor de mãe por seu filho !!! Por que que com o nosso Pai seria diferente? Com certeza numa atitude de pai bondoso ele te liberta da promessa...ele ve seu coração...independente do corte ou não do cabelo...seu coração é cheio de amor pelo seu filho...cheio de vontade de ver o melhor dele...e isso com certeza agrada ao Pai...com certeza amiga !!!! E quanto a cadeira...pense na alegria e autonomia que seu gatinho vai ter...um gatinho lindo...cheio de energia precisa de asas...ao modo dele...mas as asinhas...ou melhor...rodinhas...que vão fazer toda a diferença na vida de vçs...pense nas mudanças como novidades boas e acalma seu coração....!!!! Deus está no comando amiga...Ano novo cheio de coisas lindas pra vçs...e com muito cheirinho de Antonio !!! Bjão meu e da Iris pra vçs...!!! Fiquem com Deus....!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dani, obrigada por suas palavras e por ser tão presente.

      Um Ano Novo cheio de realizações. Bjão na Iris!

      Excluir
  5. Yanna,,
    Difícil até de imaginar sua dor e tristeza...mas concordo com o q foi dito aqui...pense na felicidade de António qnd estiver na cadeira e puder se locomover pra onde quiser?
    Com ctz vc ficará feliz de ver ele sorrindo por ganhar mais autonomia.
    Qto a promessa, vá numa igreja, converse com Deus, Ele entenderá, faça até uma outra promessa...
    Vc e guerreira e batalhadora pela felicidade de seus filhos, isso é q importa!
    Feliz ano novo
    Bjos

    ResponderExcluir
  6. Yanna, Antônio está sendo bem tratado, bem estimulado e certamente ele será uma pessoa cada dia mais feliz e independente! Não se martirize, amiga! Vc é uma mega, super mãe e ele ganhará sim autonomia com a cadeira. O mais, a Deus pertence e se tiver q acontecer mais um milagre como ele andar, a vontade do Pai prevalecerá. Continue fazendo a sua parte e siga entregando a Deus! Qto à promessa, não sou católica, mas fui educada em colégio de freiras, então tenho a certeza q Deus sonda os corações e como ele te conhece melhor q ninguém, vc jamais será penalizada!!!
    BJão, Fabi

    ResponderExcluir
  7. Yanna querida! Sia sinceridade é tocante,vc é uma pessoa linda e abençoada. A condição da Sophia é igual a do Antônio, sempre me perguntam qdo ela vai andar, hj ainda no consultório da nefro , enfim, tenho as mesmas dúvidas sobre a cadeira de rodas e a Sophia ta tbêm querendo ir sozinha a todos os lugares, enfim , temos que dar independência aos nossos pequenos. Quanto a sua promessa, se me permite uma opinião, vc já passa por tantas provações e já se doa tanto que Nosso Senhor é tão misericordioso que não se importará se vc cortar o cabelo. Abraços

    ResponderExcluir
  8. Também chorei lendo esse seu post. Não por Antônio, que já deu provas de superação e saberá lidar muito bem com as limitações dele. Mas pelo sentimento de impotência que nós, mães, temos diante de certos problemas de nossos filhos. Imagino como vc se sente... mas não há nada mais que vc possa fazer. E lembre: VOCÊ FAZ MUITO!
    Corte seu cabelo, converse com Deus e siga em frente! Se precisar, se aconselhe com um padre!
    Talvez vc precise desse rito de passagem para encarar de vez e de frente.
    Conte comigo!
    Um beijão!

    ResponderExcluir
  9. Amigas, obrigada pela força, vou sim procurar um padre e pedir aconselhamento.

    Logo posto novidades aqui.

    ResponderExcluir
  10. Olha amiga eu nao sei agravidade do poblema dele mais minha filha tambem tem mielo e ele engatinha fica em pe em tudo eu seguro na maozinha dela e ela da passinhos tenho ve em deus q ela vai andar apesar dela ja ter um ano e tres meses e ainda nao andar meis tenho fe q ela vai consequir tenha fe tambem

    ResponderExcluir
  11. Olha amiga eu nao sei agravidade do poblema dele mais minha filha tambem tem mielo e ele engatinha fica em pe em tudo eu seguro na maozinha dela e ela da passinhos tenho ve em deus q ela vai andar apesar dela ja ter um ano e tres meses e ainda nao andar meis tenho fe q ela vai consequir tenha fe tambem

    ResponderExcluir