Antônio

Antônio

segunda-feira, 24 de outubro de 2011

9 meses

Eis que Antônio fez 9 meses. Ele está lindo (como sempre), super carinhoso, adora beijos e como aprendeu a retribuir, virou um beijoqueiro de primeira.

Como nessa fase o desenvolvimento é acelerado, me pego babando com as novidades: ele aprendeu a bater palmas. Gente, é muito lindo. Fica assistindo o DVD do Patati Patatá e se acaba batendo palminhas. Ele e Bento ficaram fãs dos palhacinhos e não querem outra vida.

Olho pra meu filho, tão lindo, tão perfeito do jeito dele e as vezes choro. Como toda mãe, me preocupo com o futuro dele. Fico imaginando: será que ele vai arrastar? Será que ele vai conseguir ficar sentadinho? SERÁ QUE VAI ANDAR? Vivo esperando um milagre.

As vezes fico conversando com meus filhos, digo que eles sejam homens dignos, honestos, com personalidade e acima de tudo fortes. Falo com Antônio que ele nunca permita que ninguém o chame de aleijado, que o deprecie por ele ser diferente. Sei que eles não entendem o que digo, mas a mensagem vai ficando gravada na mente.

Tenho medo de morrer e deixar os dois pequenos, desamparados. Sabe quando você fica paranóica com saúde, com velocidade, com riscos? Estou assim. Antes de qualquer coisa, penso neles.

Esses 9 meses, me transformaram. Sou uma nova pessoa. Como a maioria das pessoas, eu era carregada de preconceitos, de excesso de tato pra lidar com deficientes. Hoje tenho outra visão de mundo, de vida, de ser mãe.

Antônio já sente necessidade de se locomover. Já se aborrece mais fácil quando fica muito tempo no Bumbo. Não gosta de ficar sozinho. Venho me preparando para a chegada da cadeirinha dele. Mesmo assim, não sei como iriei reagir. Só de escrever isso aqui já estou com meus olhos cheios de lágrimas.

Me sinto péssima por ainda ter isso comigo, essa resistência, mas, isso é amor de mãe amigos. É o querer não ver o filho passar por algumas situações. É amor, simplesmente amor demais.




4 comentários:

  1. Amiga, vc tem que pensar na liberdade que a cadeirinha para dar a ele!!! Foca no lado positivo, viu?! De resto, ele está lindão mesmo.
    Bjoo

    ResponderExcluir
  2. Te admiro tanto. E lembra o que conversamos: Antonio vai que quiser ser! eu tenho certeza e fé nisso.

    ResponderExcluir
  3. Yanna,
    parabéns para Antônio!já já 1 aninho chegando!
    qto a cadeirinha,como diria minha mãe:"cada dia com sua agonia". viva um dia de cada vez!
    bj

    ResponderExcluir
  4. Quero ser uma seguidora desse blog pois tenho um filho com mielo e medula ancorada preciso saber de algumas informacoes de vocês aonde tem um hospital que opere porque aqui no MA não tem .

    ResponderExcluir